História

  • Imprimir

      Goiás Celso Chaves de Amorim é sempre lembrado como um dos mais respeitados criadores de Goiás e até do Brasil. Mas sua  história com o melhoramento genético de zebuínos começou há muito tempo atrás. Ele herdou da mãe a paixão pela seleção de gado Puro de Origem. Dona Celsa, sua mãe, participou da inauguração do Parque de Exposições Agropecuárias Pedro Ludovico Teixeira, Goiânia, Goiás, no ano de 1945 e na II ExpoGoiás. Ela foi a primeira mulher a puxar em pista o gado do pai, João Alves Amorim, zebueiro de Morrinhos. “Meu avô participou da criação da Sociedade Rural do Triângulo Mineiro, que depois se tornou Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, ABCZ”, explica. O criador é casado com Geni Praxedes Chaves, filha dos pecuaristas Afonso Praxedes e Leonora Zani, das regiões de Fazenda Nova, Córrego do Ouro e Novo Brasil. Hoje os trabalhos de sua fazenda, a Cachoeira do Taquaral, já estão na 4ª geração. Para Goiás Celso o sucesso vem do trabalho em família. Ele conta com a ajuda dos filhos Paulo Afonso e Lucas para cuidar das fazendas onde fazem a seleção de Nelore e Tabapuã. “Estamos caminhando a passos largos com as tecnologias de FIV e IATF utilizados na fazenda. Isso permite um ganho genético esplendido. A utilização da F.I.V. nos dá a possibilidade de ter um grande número de filhos de nossas matrizes que se destacam nas pistas do Brasil”, conta o filho. Eles adquiriram as primeiras matrizes Tabapuã, para o iniciou da seleção P.O. da raça, dos criadores José Torquato e seu filho Eugênio Jardim, que há mais de vinte anos já selecionavam seus rebanhos Puro de Origem. Em seguida, adquiriu matrizes e sêmen dos principais raçadores da Fazenda Onda Verde, de Nelinho Guimarães. “Tive sorte de iniciar com um rebanho bastante consistente e pude dar um verdadeiro salto na qualidade genética da fazenda nos últimos anos. Isso tudo devido também à implantação da inseminação artificial com os touros campeões nacionais, à transferência de embriões e à fertilização in vitro”, afirma Goiás Celso. “Nossa seleção é focada em resultados. Matrizes férteis e dóceis, que produzem um bezerro por ano, desmamam animais pesados e permanecem no rebanho. As que não atingem esses índices são descartadas. Não temos preconceitos, usamos genética de todo o Brasil. Mesclamos as linhagens formando um plantel robusto e bem caracterizado”, reforça. Goiás Celso explica que a escolha pelo Tabapuã surgiu pela necessidade que criadores tinham em adquirir um gado mocho, dócil e de bom ganho de peso.

 

                                    Tradição e Pioneirismo na Criação de Raças Zebuínas

 "A paixão de criar Zebu vem no sangue, é contagiante e atravessa as gerações." - Goiás Celso Chaves de Amorim 

             João Alves Amorim (Avô)

      Recebendo troféu de Premiação na

     Exposição de Goiás em Goiânia - 1945 

  

  Inteiro Da Indiana

   Campeão Touro

  Jovem Raça Nelore

     II ExpoGoiás -1945

 

 

       Celsa Chaves Amorim (Mãe)

 Inauguração do Parque de exposições de

Goiânia, ao lado de Pedro Ludovico Teixeira.  

 Araxazinho - Campeão II ExpoGoiás-1945

  

 

      Goiás Celso Chaves Amorim e Família

     Já em sua 4° Geração de criadores 

  Natur FIV do goias (Reservado Grande Campeão nacional)